CONTATO    ÁRBITROS    HALL DA FAMA    MERCADO DA BOLA
Usuário:    |  Senha:  
 
   
 
   
NOTÍCIAS

Data: 16/08/2019
Essa notícia foi lida 247 vezes

  

FALA, GESTOR! Felipe Eharaldt, do America

Nesta sexta-feira (17), a Federação de Futebol 7 do Estado do Rio de Janeiro da continuidade o seu novo quadro semanal - FALA, GESTOR! - em que os gestores das oito equipes que disputam o Campeonato Carioca Os Donos da Bola de 2019 têm a oportunidade de uma vez por semana contar um pouco mais a respeito de seus projetos.

E para continuar o quadro, ninguém melhor que o gestor atual campeão da Liga Fut7, o Campeonato Brasileiro da modalidade, Felipe Eharaldt, do America que bateu um papo descontraído com a assessoria de imprensa da FF7RJ e o resultado você confere a seguir.

Apesar de você ser um dos gestores mais novos na Federação, seu projeto é sempre muito competitivo e consequentemente está sempre brigando por títulos. Conta um pouco da história de como esse trabalho começou, quem são seus parceiros e quais são os objetivos da gestão?
Primeiramente agradecer pelo convite. Nossa história não é muito diferente da grande maioria. Começamos como um futebol de rua, onde existia uma quadra chamada Praça do Cem em Nilópolis, onde todas as segundas-feiras, disputávamos jogos contra algum time da região. Fizemos isso durante anos, cerca de cinco anos. Com o tempo cada um foi seguindo seu fluxo de vida normal e acabamos com o tão desejado futebol de amigos. Foi então que em 2016 um dos meus amigos me chamou novamente para voltarmos com o time e aí participamos de competições em campeonatos externos e fomos tomando gosto pelo negócio, mas ainda sim era um projeto embrionário, nada perto de ser profissional. Até que em 2017 entramos para Liga Phoenix, onde vimos uma possibilidade de crescer dentro do esporte. O time era formado apenas por amigos de infância, não era o melhor futebol, mas tinha uma paixão e uma entrega muito boa. Conquistamos algumas coisas como: alguns vice campeonatos e isso nos deu um baita fôlego para permanecer dentro do esporte. Foi quando em 2018 fui convidado a defender a camisa do Rio-São Paulo, na competição O-live pela FF7RJ. Esse convite foi algo mágico, e veio através de um grande amigo chamado Fabricio da Liga Phoenix. Claro que aceitamos o desafio, entramos para competição e fizemos um jogo igual com o Barra da Tijuca, onde empatamos no tempo normal e saímos apenas nos shoot-outs. Após isso, vimos o America ser campeão da competição. E a energia que ali tinha, nos motivou a investir na modalidade. Em 2018 ficamos como Rio-São Paulo toda a temporada, onde disputamos a Copa do Brasil, chegando às quartas de final, e fazendo um murmurinho tremendo na Federação. Sabíamos que não éramos os melhores, mas estávamos ali com o projeto de ajudar quem precisava. Todos nossos atletas eram agraciados com nosso projeto, e para eles, aquilo ali fazia muita diferença dentro de casa. No mesmo ano eu precisei reforçar a equipe, e acabei aceitando uma fusão com o Carapebus, onde no início tivemos muitas alegrias, mas com o tempo infelizmente não conseguimos manter o projeto unido. Foi então que final do ano, iniciamos uma conversa com o representante do America, para iniciar um namoro entre a gente e o clube. Foi algo ímpar e inovador, pois fizemos uma parceria com o clube onde teríamos livre acesso ao mesmo, assim como o clube nos ajudaria a divulgar o esporte para todos seus torcedores. Após isso, começamos a procurar novos técnicos, tendo em vista que o nosso principal apoiador não tinha muita condição de tempo para dedicar apenas ao Fut7. Esse treinador chamado Fabiano Sena, foi meu treinador quando eu tinha 12 anos na escola, eu estudava Cemor em Nilopolis, e também treinou a maioria dos nossos atletas na época do colegial, então o respeito, carinho e admiração era algo único. Eu tenho pra mim que esse projeto tem por base as pessoas envolvidas, ele não existiria, se não fosse feito com amor lá no início. Através do Danilo Mendes, que teve a ideia de voltar a jogar, depois passando por mim, até chegar ao Bruno Gomes, que é o grande coração do time. Em 2018 eu conheci uma pessoa que também é apaixonado por esporte em geral, ele já vem patrocinando algumas modalidades, e só foi possível chegar nesse nível que estamos hoje, porque ele me apoia em tudo que entro. Christian é Chileno, e mais parece um brasileiro pelo amor que demonstra pelo esporte e como se dedica a querer sempre o melhor a todos. Graças a ele o nosso clube conseguiu parcerias na Itália, através da academia Paolo Rossi.  2019 veio para entrar para história, esse ano viemos com a camisa do America, nunca vi uma camisa cair tão bem em um time, a reapresentação ficou perfeita, nos identificamos com os torcedores do clube, que são apaixonados, e isso foi graças ao um grande torcedor do clube, que veste a camisa até hoje para que esse casamento se perpetue por muitos anos. Bião é o típico torcedor raiz, o cara ama o seu time, e da sua vida pelo bem maior do clube, e isso nos fez descartar algumas camisas no ano passado, para justamente acreditar nesse potencial entre SHC e América. Hoje somos líderes do Campeonato Carioca Os Donos da Bola, com uma rodada a menos que os outros clubes. Acabamos de ser campeões da liga mais importante do Brasil, onde competimos com times com estruturas nunca vistas na modalidade do Fut7. Ganhamos a etapa invictos e lavamos pra casa a Vaga com tudo pago para o Mundial em Roma - Itália, que será entre os dias 21/09 a 23/09. Além disso embarcamos dia 22/08 na próxima semana, para a disputa da Liga das Américas em Montevidéu - Uruguai. O América Fut7 está buscando fazer história na modalidade, de ponta a ponta, e isso só é possível graças aos envolvidos. Algumas peças são de suma importância. Nosso técnico hoje, é a referência da modalidade, dentro e fora de campo. Marcus Nóbrega, mais conhecido como Marquinhos M2, foi jogador profissional de futebol, já ganhou tudo que é possível, e hoje veste nossa camisa, com um orgulho tremendo. Um cara que chora ao falar dos seus atletas e diretoria. Isso me motiva a ficar cada dia mais forte no esporte, porque a vida dessas pessoas dependem do Fut7, todos possuem salários, e vivem dele, então meu esforço para que isso seja duradouro é prioridade. 

Esse ano vocês já conquistaram a Copinha de Fut7 Sub23 da federação. Qual é a importância dessa garotada no projeto principal do America, e como é feita essa transição base/profissional?
Entendemos que nenhum esporte é possível ter crescimento, se não pensarmos no amanhã, e a base é exatamente isso. Temos um time de gente grande na base, são meninos com responsabilidades gigantescas, meninos que quando falamos de futebol os olhos brilham, que quando falamos de qualquer competição eles são os primeiros a se dedicarem ao melhor da equipe. Alguns são figurinhas marcadas, como nosso atleta Jean Santos mais conhecido como Babu, ele é o mascote maior do America adulto e é nosso atleta de base. Um garoto que veio de Nilópolis, que já teve muitos problemas na vida, mas seu sorriso é algo impagável. Temos uma alegria de fazer algo para esses meninos, ele viaja em todas as competições, e agora vamos levar ele pra Roma na Itália, em pensar que esse menino, não tinha nem documento pessoal, que para ele ir jogar na Arena Akxe já era uma coisa especial. A felicidade dele ao saber sobre a viagem, foi algo impagável. A nossa missão é levar justamente alegria a essas pessoas, fazer algo que possam se alegrar e lembrar de tudo que vivemos. 

O America além de conquistar o Sub23, foi finalista da II Copa Suderj e no futebol de campo acabou de ser campeão do primeiro turno da Série B1 do Campeonato Carioca. Como você se sente em fazer parte de um momento tão importante na história de um clube do tamanho do America?
O America vai além do campo de futebol, o clube apoia diversas modalidades de esportes, e tem tido muito sucesso nessa empreitada, o clube que tem uma história de glórias no futebol, começa a ter amplitude mundial dentro e fora de campo, em países que jamais fora esperado. Além das modalidades como o Fut7 o futebol americano tem dado muitos resultados ao clube. E pra mim, os clubes deveriam apostar sim nessas gestões. Grandes clubes podem fazer esses esportes virarem algo profissional e reconhecido, e tenho certeza que o resultado positivo seria ímpar. 

O que o torcedor do America pode esperar dessa equipe ao longo do campeonato Carioca Os Donos da Bola de 2019?
Sobre o Campeonato Carioca Donos da Bola, o que o America busca é sair campeão mais uma vez, sendo a primeira na minha gestão. 

Agradecemos a entrevista e por fim pedimos que você deixe um recado não só para os torcedores do America, mas para todos os apaixonados pela modalidade.
Agradeço todo o Carinho O meu desejo é que possamos tornar esse esporte verdade. Algo que possamos levar nossos familiares no final de semana para torcer pelo nosso time de coração, ajudar a desenvolver e pulverizar nas regiões todo esse amor que vivemos. Seria algo mágico voltar a ver a modalidade dentro de uma transmissão de televisão, onde o público pudesse interagir de forma única, muita gente já viveu isso no passado, chegou o nosso momento de viver e eternizar isso, mas precisamos de apoiadores, de pessoas que se envolvam de forma a gerir o crescimento ordenado do esporte, esse é o sonho de muita gente que vive desse esporte. Nossos apoiadores que nos ajudam a transformar sonhos em realidade, meu muito obrigado: Grupo Titan, Jani King, O-live.



LEIA TAMBÉM!

TBT! Victor Boleta, o canhão do Fut7
Ex-jogador do Flamengo e da Seleção Brasileira concedeu entrevista exclusiva a FF7RJ
TJDF7 envia ordem liminar e Campeonato Carioca Os Donos da Bola 2019 está suspenso
Decisão foi recebida no início da madrugada deste sábado (14)
FALA, GESTOR! Pedro Gonçalves, do Flamengo
Pedrão é o responsável pelo Fut7 do Flamengo
FF7RJ divulga alteração no resultado do confronto entre Fluminense e America
Resultado foi alterado após julgamento realizado na última quinta-feira (12), no TJDF7
TJDF7 divulga resultados de julgamentos referentes ao primeiro turno do Campeonato Carioca
Julgamentos aconteceram na tarde desta quinta-feira (12), na Barra da Tijuca

CRAQUE DA RODADA
RANKING
ENQUETE

O que achou do novo site da FF7RJ?






PARCEIROS


Copyright© 2019 FEDERAÇÃO DE FUTEBOL 7 DO RIO DE JANEIRO.