CONTATO    ÁRBITROS    HALL DA FAMA    MERCADO DA BOLA
Usuário:    |  Senha:  
 
   
 
   
NOTÍCIAS

Data: 11/06/2020
Essa notícia foi lida 312 vezes

  

La casa De Futebol 7

O La Casa de Futebol 7 de hoje traz mais uma casa tradicional. Trata-se do Tijuca Country Club, que era a casa do ainda mais tradicional Ark Futebol Society. E se tinha um campo que se parecia com um caldeirão argentino, era o Tijuca Country.

Desde de 1972  o clube é a casa do Ark FS e  quem ia ao Tijuca Country, já sentia a pressão quando subia o elevador para acessar o campo. Desde 1975 quinta feira, 20 horas, o Ark marcava amistosos, que não eram amistosos. Com uma torcida ferrenha e um time pra lá de bom, jogar no Ark era um desafio que todos os times tentavam vencer.

Mesmo após sair da Liga Rio de Janeiro, por muito tempo a liga marcava amistosos, pois era um produto que todos os times queriam. Era difícil encontrar vaga na quinta feira.

O time que lembramos do Ark tinha no gol , o arqueiro Bolha: um excelente goleiro, com um lançamento lembrado até hoje nas resenhas e um macete infalível: quando a bola batia na parede, ele já se preparava para lançar a bola para o pivô Ricardinho que estava nas costas da defesa esperando o lançamento. Não é exagero que muitos gols saíram assim no Tijuca Country.

Aos gritos do seu Ark, fundador da equipe e torcedor fervoroso, o amistoso ganhava temperatura aos poucos. Era engraçado viver isso. O jogo começava devagar, mas minuto a minuto a torcida ia aparecendo, gritando, pressionando e quando você via, você saiu de um amistoso para a final do campeonato argentino contra o Boca Juniors em plena Bombonera.

As duas Torres Gêmeas, Vaguinho e Beto, davam a sustentação no time. Altos e de bom porte físico, faziam o time do Ark ter uma força física invejável. Lelê, filho do seu Ark e comandante da meia cancha, organizava a equipe junto do capitão Coelho. Além das Torres Gêmeas, ainda tínhamos o Nanado, que era um zagueiro de alta estatura e velocidade incrível.

Para completar, Betinho que tinha habilidade e criatividade suficiente para desequilibrar qualquer partida.

Adriano e Duda, eram reservas de luxo e sempre que entravam faziam a diferença.

Aos berros, seu Ark brigava com seu time, com o adversário, com árbitro e vivia aquele momento como poucos. O amor dele pelo Ark, com certeza marcou muitos que iam jogar e eram donos de seus times. Se tinha alguém que amava o Ark FS e o futebol Society, era seu Ark.

Após o jogo, os ânimos iam baixando, a resenha ia acontecendo e a camaradagem ia voltando pro lugar. 








LEIA TAMBÉM!

Campeonato Carioca: Madureira garante última vaga nas quartas de final do primeiro turno
Quartas de finais serão realizadas no fim de semana na Arena Akxe
Campeonato Carioca: Quatro equipes brigam pela última vaga nas quartas de final do primeiro turno
Madureira, America, Portuguesa e Canto do Rio lutarão até o fim pela vaga no mata-mata
Campeonato Carioca: Botafogo, Americano e Barra Mansa garantem vaga nas quartas de final
Vasco, Flamengo e São Cristóvão também encaminham classificação
Campeonato Carioca: Quarta rodada é marcada por vitória do Flamengo sobre o Vasco no primeiro clássico do Estadual
Barra Mansa, Botafogo e São Cristóvão mantém 100% de aproveitamento assim como o Rubro-Negro da Gávea
Campeonato Carioca: Americano e Barra Mansa e São Cristóvão e Vasco mantém liderança dos grupos
Flamengo e Botafogo fazem jogos adiados contra Paduano e Olaria e fecham primeira rodada

CRAQUE DA RODADA
RANKING
ENQUETE

Qual a maior rivalidade do futebol 7?






PARCEIROS


Copyright© 2020 FEDERAÇÃO DE FUTEBOL 7 DO RIO DE JANEIRO.